Aparelho dentário nas crianças

Aparelho dentário nas crianças: Quando colocar?

A realização do tratamento ortodôntico, por meio do uso do aparelho dentário, é bastante comum em todo o país e tem como objetivo principal a correção do posicionamento dental, melhorando a qualidade da mastigação, o processo de fala e a respiração do paciente.

Quando realizado em crianças, esse tratamento permite a correção do posicionamento ósseo facial e impede o desenvolvimento de movimentações, que naturalmente prejudicariam as estruturas esqueléticas do rosto.Por isso, com o auxílio do aparelho dentário o dentista infantil pode prevenir e tratar condições como:
  • Mordida cruzada;
  • Mordida aberta;
  • Prognatismo mandibular;
  • Espaçamento inadequado entre os dentes;
  • Retrusão maxilar, entre outros.

Esses problemas, além de causar o desconforto estético para o paciente, podem interferir na qualidade de vida e no bem-estar, sendo fonte de dores crônicas, distúrbios de crescimento e até dificuldade no aprendizado.

Importância do acompanhamento ortodôntico durante a infância

A recomendação geral é de que todos os pais ou responsáveis comecem a levar as crianças à clínica odontológica infantil, a partir do nascimento dos primeiros dentinhos.

Esse acompanhamento prematuro vai permitir a supervisão do desenvolvimento ósseo e a realização de intervenções necessárias durante a transição entre a primeira dentição e o nascimento da estrutura permanente.

Além disso, quando a criança completa 3 anos de idade o ortodontista pediatra já consegue perceber as tendências anômalas do desenvolvimento estrutural da face.

Isso permite uma avaliação contínua sobre a necessidade real do uso do aparelho e a construção de um plano de ação.

Assim, quando o paciente tiver entre 5 e 7 anos – que é uma idade em que a criança já consegue compreender a importância do uso do aparelho e da higienização adequada da cavidade oral – o dentista poderá colocar os primeiros acessórios de contenção.

Por se tratar de um procedimento tão delicado e que envolve a manipulação de formações estruturais, que podem impactar na saúde e no bem-estar dos pacientes durante toda a vida, é fundamental que os responsáveis procurem sempre um profissional qualificado e experiente.

Tipos de aparelhos que podem ser utilizados na infância

Especialmente devido à fase de desenvolvimento em que se encontram, existem diversos tipos de aparelhos que podem – e devem – ser utilizados pelas crianças.

Esses instrumentos são confeccionados com materiais leves e que proporcionam mais conforto e discrição para a criança.

Entre os modelos mais comuns, temos:

1. Expansor de palato

Também conhecido como céu da boca, o palato é a estrutura óssea na parte superficial da boca que serve como divisor entre a região nasal e a oral. Ele também tem a função de auxiliar no processo de mastigação, fala e respiração.

Assim, o expansor palatino serve para aumentar o tamanho do arco palatal, permitindo a correção da mordida cruzada e ganhando mais espaço para o reposicionamento de dentes apinhados ou tortos.

2. Aparelho móvel simples

O aparelho móvel, ou aparelho transparente, é o mais indicado e utilizado por crianças pequenas de 7 anos ou menos.

Esse dispositivo removível tem como objetivo principal manter o alinhamento dos dentes e impedir a movimentação inadequada durante o desenvolvimento ósseo.

Ele é produzido sob medida para cada criança, a partir de resina acrílica e fios de aço, podendo precisar de ajustes e de novas modelagens conforme a criança for crescendo.

O aparelho é utilizado até os 12 anos, quando é substituído por modelos fixos comuns.

3. Aparelho fixo comum

A modelagem fixa é o tipo mais conhecido de aparelho ortodôntico e exige a utilização de braquetes, fios de metal, bandas e elásticos, que fazem a movimentação das estruturas dentais, reposicionando-as no local mais adequado.

Caso seja da preferência desses pacientes, é possível optar pela versão invisível que é feita com materiais translúcidos.

O efeito e a composição são os mesmos, no entanto, por ser mais discreto, o aparelho de porcelana preço pode ser um pouco mais caro.

4. Extra bucal

Esse aparelho é o modelo que exige um apoio fora da cavidade oral, seja na face ou na cabeça.

Eles são mais utilizados quando o médico precisa impedir o desenvolvimento inadequado dos ossos faciais ou estimular o crescimento dessas estruturas, para equilibrar a formação maxilar.

O tratamento é recomendado, especialmente em crianças entre 5 e 10 anos, justamente porque nesta fase os ossos ainda estão em processo de crescimento e podem ser mais facilmente manipulados.

5. Aparelho para bruxismo

Outro tipo de acessório bucal bastante comum para crianças é o aparelho utilizado para tratar os quadros de bruxismo – condição parafuncional que faz o paciente ranger os dentes ou apertá-los em uma mordida rígida.

Ao contrário dos outros acessórios, esse dispositivo não é utilizado para realizar nenhuma mudança estrutural na boca da criança, mas como forma de preservar os dentes e impedir o

Ele precisa ser confeccionado por um ortodontista, para que o encaixe se adeque perfeitamente a modelagem dos dentes da criança, para assim procurar o aparelho para bruxismo onde comprar.

Conteúdo originalmente desenvolvido pela equipe do blog Qualivida Online, site no qual é possível encontrar diversas informações e conteúdos sobre os cuidados com a saúde física e mental.