Nintendo, conheça algumas curiosidades da Big N

Nintendo, conheça algumas curiosidades da Big N

Nintendo, conheça algumas curiosidades da Big N, hoje conhecida mundialmente como uma das grandes desenvolvedoras de consoles de videogames, a Nintendo foi fundada em 1889 no Japão por Fusajiro Yamauchi, sendo em seu início uma fábrica de jogos de cartas.

Sua chegada ao mundo dos games ocorreu somente em 1977, após lançar o console Color TV-Game, alcançando um grande sucesso posteriormente com suas grandes franquias de jogos, como Super Mario, Metroid, Zelda e outras que fazem a alegria dos fãs até hoje.

Ao longo de todo esse período existem grandes histórias e curiosidades, das quais separamos algumas para compartilhar com vocês. Então, borá lá!

A Nintendo não é só videogame

Ouviu o nome Nintendo pensou logo em videogame, certo? Sim, afinal ela é conhecida no mundo todo por conta dos games, mas nem sempre foi assim.

Sabia que ela já tentou diversos negócios ao longo da sua história até chegar ao mundo dos games?

Esses são alguns dos produtos já comercializados pela Nintendo: baralho (o início de tudo), balanço de bebê, arroz instantâneo, caneta esferográfica, aspiradores de pó, bloco de montar, rede de motéis e companhia de táxis. Uma hora tinha de dar certo 🙂

De zelador a figura mais importante da empresa

Gunpei Yokoi iniciou sua vida na Nintendo como zelador e trabalhando em linha de montagem. Tendo uma mente bastante criativa, ele foi responsável por criar um brinquedo que chamou muito a atenção dos seus superiores e do presidente da Nintendo da época, o famoso Hiroshi Yamauchi.

Esse brinquedo era a Ultra Hand, um braço extensível que servia para as crianças pegarem objetos distantes.

A Nintendo apostou na ideia e o sucesso de vendas foi enorme, fazendo com que Yokoi fosse incentivado a criar mais para a empresa.

Com isso podemos citar mais algumas criações de Yokoi pela Nintendo, como um dos primeiros portáteis, o Game & Watch, o Game Boy e também ajudou na criação da franquia Metroid, na época do Nintendinho.

Mas sua vida acabou de forma trágica, quando em 1994 ele sofreu um acidente de carro leve, saiu para olhar o que tinha acontecido com o carro e acabou sendo atropelado por outro veículo, morrendo posteriormente no hospital.

A primeira representante oficial no Brasil

Na década de 1980, devido a Lei de Reserva de Mercado existente no país, houve uma enxurrada de clones do Nintendinho sendo vendidos por aqui, sendo talvez o mais popular deles o Phantom System, da Gradiente.

Na época, a Nintendo chegou a tentar a proibição da venda dos clones no país, e em conversa com representantes da Gradiente trouxeram a possibilidade dos mesmos serem representantes oficiais dos seus produtos no Brasil.

Assim, em 1993, a Gradiente iniciou a venda de jogos e consoles da Nintendo de forma oficial no Brasil, através do selo  Playtronic.

Comprei um time de baseball

O presidente da Nintendo, Hiroshi Yamauchi, resolveu adquirir um time de baseball em 1992, o Seattle Mariners, por “apenas” 76 milhões de dólares, permanecendo como principal acionista até o seu falecimento em 2013.

A Nintendo vendeu parte das ações dos Mariners em 2016, sendo hoje uma pequena acionista com 10% delas.

A empresa inclusive chegou a lançar na época do Nintendo DS uma versão personalizada em alusão ao time, além de sempre utilizar o estádio para ações promocionais da Nintendo.

Quase roubada pela máfia japonesa

No começo da década de 1990 a Nintendo era sinônimo de sucesso de vendas e essa lucratividade foi acompanhada de perto pela Yakuza, a famosa máfia japonesa.

E foi no lançamento do Super Famicom no Japão que a máfia havia planejado interceptar caminhões para roubar a carga dos consoles e revendê-los no mercado negro.

A notícia chegou até a Nintendo que, para se prevenir de qualquer incidente, mudou a rota, horário e entrega dos seus carregamentos, inclusive escoltando os caminhões até o destino final para que não fossem roubados.

Seus grandes sucessos de venda

Lançando até o momento 16 consoles de videogame, sendo o primeiro o Color TV-Game, em 1977, e o último o Switch, em 2017, é de se esperar que alguns tenham tido um enorme sucesso e outros nem tanto.

Vamos aos números de vendas, com base em dados da própria Nintendo e publicados em 30 de Junho de 2021.

1º – Nintendo DS (154 milhões)

2º – Game Boy (118 milhões)

3º – Nintendo Wii (101 milhões)

4º – Nintendo Switch (89 milhões)