Seu filho cresce muito rápido? Saiba como aproveitar melhor as roupas

As crianças crescem depressa e as roupas se perdem no mesmo ritmo. Veja dicas de como aproveitar as peças dos pequenos por mais tempo.

As crianças crescem muito rápido e, por esse motivo, não é inteligente ter um guarda-roupa lotado de peças. Além disso, usar a criatividade para aproveitar as roupas ao máximo é uma opção sustentável e econômica que pode ser feita de forma bastante simples.

Ainda assim, em algum momento será inevitável comprar roupas novas para seu filho e uma boa dica é esperar até novembro para aproveitar descontos de Black Friday. Dessa forma, você renovará o armário do seu pequeno gastando pouco.

Neste artigo, falaremos sobre os principais erros na hora de comprar roupas para as crianças e daremos dicas de como otimizar a utilização das peças ao máximo. Confira!

Erros ao comprar roupas para crianças

Veja os principais erros que os pais cometem ao comprar roupas para seus filhos e saiba como evitá-los.

Comprar roupas em excesso

Como já mencionamos acima, esse é um erro bem comum. Conte as roupas que estão no armário do seu pequeno e você certamente se surpreenderá com a quantidade.

É importante ressaltar que a quantidade de peças não é garantia de um guarda-roupa inteligente e versátil, muito menos de que a criança terá roupas adequadas para todas as ocasiões.

Além disso, comprar roupas em excesso pode ser considerado até mesmo uma forma “jogar dinheiro fora”, visto que a criança cresce rápido e muitas vezes não tem tempo de usar todas as peças.

Portanto, foque em peças versáteis, que combinem entre si, e modere na quantidade.

Escolher o tamanho errado

A maioria das crianças não gosta de experimentar roupas e muitas das vezes os pais acabam comprando peças sem ter certeza se irão servir. Uma forma de evitar que isso aconteça é utilizar uma roupa que o pequeno já use como referência. Assim, você não correrá o risco de comprar algo que não vai servir.

Comprar roupas pensando em si

É bastante comum reproduzir os próprios gostos e estilo nos filhos, porém o que muitos esquecem é de perguntar se eles gostaram ou não da roupa, afinal, são eles que usam.

Além disso, outra situação que ocorre com frequência é a peça ser muito bonita, mas limitar os movimentos da criança, pinicar ou incomodar de alguma forma. Caso isso aconteça, os pequenos não irão querer usar a peça e é importante respeitar isso.

Não verificar a etiqueta de composição do tecido

Certamente, não verificar a etiqueta é um dos erros mais cometidos. Essa verificação é muito importante, pois previne possíveis alergias e ensina como cuidar da peça, evitando desgastes e aumentando o tempo de vida útil do tecido.

Como aproveitar melhor as roupas das crianças?

Agora que você já sabe quais são os principais erros que causam a perda de roupa das crianças, além do crescimento em si, veja dicas de como aproveitar as peças ao máximo.

Organização

O primeiro passo é deixar o guarda-roupa sempre organizado. Você pode classificar os itens por tipo, tamanho e cor, deixando as peças visíveis e evitando que algumas peças sejam esquecidas no fundo do armário.

Revisão

Antes de comprar, observe as peças que o seu filho já possui e veja quais itens de fato ele precisa. Fique somente com aquilo que ele vai usar e doe as roupas que já não são mais usadas para quem precisa. Assim, além de fazer uma boa ação, você também abre espaço para peças novas.

Fuja do exagero

Procure adaptar o guarda-roupa do seu filho à rotina dele. Por exemplo, se você mora em uma cidade fria, não faz sentido ter muitas sungas e maiôs. Nesse caso, prefira investir em peças que de fato ele vai usar, como camisetas e calças de malha.

Foque nas peças básicas

Quanto mais neutras forem as roupas, mais utilizadas pelo seu filho elas serão, visto que possibilitam uma quantidade maior de combinações. Entretanto, isso não significa que você deva abrir mão das peças coloridas, já que essa tendência pode ser usada em sobreposições. Em resumo, o equilíbrio é a chave.

Somente o necessário

Não há a menor necessidade de estocar peças maiores do que as que seu filho usa no momento, portanto, compre conforme a necessidade. Liquidações como a Black Friday são perfeitas para renovar o armário gastando pouco, porém ainda assim não é indicado exagerar enchendo o carrinho com roupas.

como aproveitar melhor as roupas