Quais as vantagens da medicina integrativa?

Você sabe o que é medicina integrativa? Caso não saiba, vamos falar um pouco mais sobre esse assunto e mostrar as principais vantagens, tanto para os profissionais da saúde quanto para os pacientes. 

A medicina integrativa, apesar de ser pouco divulgada no Brasil, tem ganhado cada dia mais adeptos. Isso porque as técnicas envolvidas na prática visam ao bem-estar dos pacientes e à humanização dos tratamentos, além de fortalecer a relação médico-paciente.

As práticas da medicina integrativa têm como objetivo tirar o foco da doença e colocá-lo nos pacientes, assim como tornar a participação dos pacientes mais efetiva nos tratamentos.

Durante o tratamento para sua enfermidade, o paciente cuidará de seu corpo, mente e espírito, de forma única e humanizada. 

Outra característica da medicina integrativa é a individualização dos tratamentos. Nela, cada caso é tratado de forma única, desde o desenvolvimento dos procedimentos pelos quais o paciente passará até as dosagens de remédios e sessões de aromaterapia, por exemplo.  

Clínicas e consultórios que desejam implementar esta prática em seu atendimento devem entender estes princípios básicos.

Além de contar com profissionais especializados em cada segmento. Por exemplo: a acupuntura é comumente utilizada na medicina integrativa, portanto, um profissional capacitado deve ser responsável pela área. Assim como em outros ramos da medicina. 

Quais as vantagens da medicina integrativa?

Relação: as relações são mais estreitas, o médico ouve e respeita as opiniões do paciente. Além disso, o paciente tem todo o direito de sanar suas dúvidas em torno dos tratamentos, medicamentos e terapias que serão usadas. Nada de relação autoritária;

Paciente no centro: o paciente recebe toda a atenção quando se trata de medicina integrativa; ele e os médicos trabalham juntos para chegar ao melhor resultado. A cura não vem só através de medicamentos e também não se trata apenas do corpo, como dito anteriormente. Espírito e mente também são tratados;

União de métodos: muitos ainda pensam que na medicina integrativa não são utilizados os tratamentos convencionais, o que é uma inverdade. Os tratamentos tradicionais e os alternativos são aliados para chegar ao melhor resultado para o paciente. Além disso, todos os tratamentos sugeridos e realizados devem ter sua eficácia comprovada cientificamente;

Aumento na qualidade de vida: com a aplicação dos tratamentos e técnicas de forma correta e a colaboração do paciente em sua vida cotidiana, a melhora em sua qualidade de vida poderá ser observada rapidamente. Tudo isso aliado ao aumento das chances de sucesso do tratamento;

Redução de gastos: isso acontece porque ao longo do tratamento o paciente toma ciência de que a mudança em seu estilo de vida pode ser benéfica para sua saúde em diversos aspectos. Ao levar as orientações a sério, seus gastos com saúde diminuirão.

Na medicina integrativa, o paciente conhece os benefícios de todos os tratamentos, convencionais e alternativos.

Os profissionais dão dicas de alimentação mais saudável e balanceada e indicam sessões de meditação, yoga e controle de respiração. Acupuntura e aromaterapia também fazem parte dos tratamentos mais sugeridos e que surtem mais efeito na vida dos pacientes. 

Ao adotar a medicina integrativa, os profissionais da saúde ganham a confiança dos pacientes, uma vez que estes passam a participar do tratamento, conhecer suas vantagens e saber os efeitos dos medicamentos indicados. 

Quais as vantagens da medicina integrativa